Meu Pai…

julho 15, 2011

Seguir o chamado de Deus é algo que alegra o coração de quem o faz. É muito bom ter a certeza de que estamos fazendo aquilo para o qual fomos criados e da forma que agrada aquele quem nos criou. Todavia, essa trajetória é muito difícil. Sempre costumo dizer que temos uma natureza governante, precisamos estar no controle das coisas, saber como faremos, para onde vamos e etc. Mas, o viver o chamado exige de nós exatamente o contrário. Exige entrega, exige confiança.

Depois de passar uma temporada inteira falando de confiança eu pensei que já tinha ficado “expert” neste assunto. Mas a cada manhã percebo que preciso aprender mais, confiar mais, viver mais o que temos ministrado por onde Deus tem nos levado.

Nos últimos dias tenho me sentido muito só, esquecido por Deus.

Mas aí me lembro que os olhos dele estão sobre mim, não importa onde eu vá, ele me acompanha. Ele cuida de mim. Assim como um pai se compadece de um filho, eu sou amado pelo meu Deus.

Hoje eu te desafio a levantar os seus olhos e contemplar o cuidado de Deus com a sua vida, seu chamado. Ele não se esqueceu, Ele está cuidando dos detalhes e é especialista em promover surpresas.

Encerro com uma frase que ouvi ontem do Lucas Leys, um grande avivalista argentino.

“Se Deus tem uma carteira, tem uma foto sua lá dentro”

No Amor do Deus de Amor,

Fábio Almeida